Dicas

Conheça a micropigmentação de lábios

Você já ouviu falar da micropigmentação labial? Não? Então vamos explicar um pouco sobre ela. Essa é uma técnica de micropigmentação focada nos lábios, e serve para dar volume e desenhar com perfeição o contorno da boca.

Geralmente, quem busca esse tipo de maquiagem semipermanente são mulheres que querem realçar os traços dos lábios, deixando-os mais belos, joviais e sensuais, como os da atriz Angelina Jolie, por exemplo. E claro, essa mulher com certeza não quer ficar recorrendo sempre aos batons específicos que dão esse efeito à boca.

É importante dizer que esse procedimento não é invasivo e praticamente não dói. Continue lendo para saber mais sobre esse tipo de micropigmentação que faz parte do currículo de um dermopigmentador.

Para que serve a micropigmentação de lábios?

A micropigmentação labial é uma técnica que modifica seus lábios, porém não de forma permanente, ou seja, ninguém precisa se preocupar com erros que não poderão ser corrigidos pelo resto da vida. É possível utilizar tonalidades mais fortes, para que o aspecto imite o de um batom, ou apenas deixar que a boca pareça mais viva de forma natural.

Quem faz a micropigmentação na região da boca pode aumentar o volume dos lábios por um efeito óptico, corrigindo imperfeições que podem existir por consequência de algum acidente, cirurgias ou fatores genéticos. Tudo isso trazendo mais cor, corrigindo assimetrias e ajustando proporções.

Com a micropigmentação dos lábios, também é possível disfarçar e atenuar cicatrizes, ao mesmo tempo em que embeleza os lábios, deixando-os mais definidos com efeitos de batom ou aquarela.

No caso do efeito batom, as tonalidades dos pigmentos são consideravelmente mais fortes que o tom natural dos lábios da pessoa, e assim a aparência da boca fica semelhante a de lábios maquiados com batom.

Já no efeito de aquarela, ou coloração, o pigmento escolhido tem uma tonalidade mais próxima ao tom de pele natural dos lábios, e a técnica é feita de forma que a boca ganhe mais vida, mas ainda tenha o aspecto natural, ou seja, está mais para uma correção do que para uma maquiagem semipermanente.

É interessante saber que não dói para fazer o procedimento, mas é possível sentir desconforto antes e depois do procedimento, mesmo com a aplicação de pomada anestésica.

Como é feita a micropigmentação labial?

O processo da micropigmentação de lábios é semelhante ao de micropigmentação de sobrancelhas. O cliente pode ajudar a escolher a tonalidade dos pigmentos, que devem combinar com o tem de pele da pessoa, e em seguida, é feito um projeto de design com o lápis para demonstração de como os lábios ficarão após a aplicação da técnica.

Em seguida, o pigmento é aplicado dentro dos lábios e no entorno da boca. Basicamente, o profissional deve preencher e delinear os lábios. Nos primeiros dias após a aplicação da micropigmentação labial, o tom da pele nos lábios fica mais escura, podendo clarear em 70% durante a cicatrização. O aspecto dos lábios tem duração de até um ano, afinal, o procedimento não é o mesmo de uma tatuagem, e por isso não é definitivo.

Quais cuidados devem ser tomados após a aplicação?

É recomendável usar gelo nas primeiras horas após a aplicação da micropigmentação nos lábios, e hidratante labial com filtro solar durante 7 dias. O cliente deve retornar para uma segunda sessão para fazer o retoque. Também é importante não retirar as casquinhas que possam surgir, além de manter os lábios sempre limpos e, claro, não usar batom na primeira semana.

Achou essas informações úteis? Quer saber como se tornar um micropigmentador de lábios? Então entre em contato conosco e conheça os nossos cursos.

Deixe seu comentário