Micropigmentação

Dermopigmentação e Micropigmentação - Qual a diferença?

Alguns falam que a dermopigmentação e a micropigmentação são a mesma coisa, outros falam que são técnicas diferentes, e você fica sem saber qual a informação correta. Assim, se estiver procurando por algum tipo de maquiagem definitiva, acaba não sabendo qual escolher, e se estiver procurando por cursos da área, não saberá qual fazer.

Hoje, essa dúvida será solucionada de uma vez por todas, e você vai entender certinho a diferença entre esses dois termos. Por isso, continue lendo.

O que é a micropigmentação?

A micropigmentação é um procedimento estético que pode ser comparado a um tipo de tatuagem, mas que tem duração de 8 meses a 2 anos. No caso da micropigmentação fio a fio, por exemplo, são desenhados riscos um por um, que imitam os fios da sobrancelha. As sobrancelhas ficam com um aspecto tão natural que é preciso olhar com muito cuidado para perceber que alguns dos fios são desenhados.

A grande diferença entre a micropigmentação e a tatuagem é a profundidade da pele em que o pigmento é deixado. Em uma tatuagem comum, a tinta atinge a terceira camada da pele, que não se renova e por isso a tinta não sai. Já com o processo de micropigmentação, o pigmento é depositado apenas na segunda camada da pele, que se renova, e por isso o desenho da sobrancelha não torna-se permanente e não muda de cor.

O que é a dermopigmentação?

Analisando a palavra “dermopigmentação”, o prefixo “dermo” corresponde à pele, enquanto que “pigmentação” significa depositar o pigmento, ou seja, material de cor ou tinta. Esse tipo de trabalho não envolve apenas sobrancelhas, mas sim outras áreas do corpo, e por isso a dermopigmentação engloba outros tipos de trabalhos relacionados à pigmentação da pele.

A dermopigmentação em si não é uma técnica, mas uma junção de todas as especializações que um profissional pode fazer no ramo de micropigmentação. Sendo assim, um dermopigmentador é capaz de fazer mais tipos de trabalhos do que um micropigmentador, pois pode atender a todas as demandas desse estilo de trabalho.

Quais cursos fazer para se tornar um dermopigmentador?

Existem diversos cursos no ramo da micropigmentação, mas alguns deles são essenciais para que um profissional torne-se um dermopigmentador. Confira alguns deles a seguir.

Micropigmentação

O curso de micropigmentação capacita o profissional para trabalhar em diversos métodos de micropigmentação, que englobam técnicas para serem aplicadas em sobrancelha, olhos e lábios. A formação pode incluir técnicas como:

  • esfumada degradê;

  • efeito shadow;

  • fio a fio simples;

  • ombré;

  • fio a fio 3D.

Micropigmentação Paramédica

Menos comentada em comparação à micropigmentação de sobrancelhas, a micropigmentação paramédica tem a nobre função de cuidar da parte estética das pessoas que possuem cicatrizes, queimaduras, calvície, vitiligo ou retiraram as mamas. Esse procedimento estético faz, por exemplo, a reconstrução da aréola mamilar.

Microagulhamento e Dermopuntura

A especialidade de microagulhamento e dermopuntura tem o foco em tratar e amenizar estrias, linhas e marcas de expressão, além de trabalhar o rejuvenescimento facial. É um tratamento indicado para quem tem a pele envelhecida. Esse trabalho também está dentro da área de dermopigmentação.

Por fim, a diferença entre micropigmentação e dermopigmentação é que a primeira está dentro da área de atuação da segunda. Portanto, um dermopigmentador é aquele que tem conhecimentos teóricos e práticos em todas as técnicas que existem nessa área de trabalho.

Que tal inscrever-se no nosso curso Micropigmentação Pleno Iniciante? O Ibrape Instituto tem a melhor didática do mercado!

Clique no botão abaixo e preencha já!

Deixe seu comentário