Dicas

Quais as vantagens de se graduar em escolas técnicas e pioneiras no ramo da estética

O setor de beleza e bem-estar é um dos que mais cresce no Brasil e no mundo. Independentemente da situação financeira do país, as pessoas não deixam a vaidade de lado e continuam frequentando os salões e centros estéticos.

No ranking de consumo de produtos estéticos, o Brasil ocupa o terceiro lugar, ficando atrás apenas de Estados Unidos e China. A reboque, o mercado de serviços de beleza – cabeleireiro, manicure e pedicure, atividades de estética e outros – vem apresentando crescimento constante. A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) calcula que há mais de 600 mil salões de beleza no país, que empregam 1,2 milhão de pessoas.

Por isso, investir nessa área pode ser um bom caminho profissional. Mas você sabe o que é necessário para se tornar no profissional na área de estética? Então continue a leitura!

O profissional de estética


Para trabalhar no ramo de estética ter afinidade com cuidados estéticos é imprescindível, mas não é só isso. Um bom profissional do ramo deve gostar de cuidar das pessoas. Para operar equipamentos e realizar os tratamentos estéticos é preciso que o esteticista tenha paciência, concentração e boa habilidade manual.

A Estética é um ramo que lida com a vaidade. Por este motivo, o esteticista deve ser zeloso e perfeccionista, além de ter uma conduta ética e realizar seu trabalho com responsabilidade. Este profissional deve estar sempre atento às tendências do mercado e novas tecnologias e métodos aplicados à estética.

Outro pilar da formação é a parte administrativa, com cadeiras de gestão, legislação e psicologia, entre outras.

E aí, você se identificou com algum dessas características? Então vem conferir as vantagens de se graduar em escolas técnicas e pioneiras no ramo da estética.

Menor duração: normalmente os cursos técnicos duram menos tempo que a graduação;

Valor inferior: os valores podem variar de acordo com o curso escolhido, porém, são mais baratos que os cursos de graduação;

São cursos focados: trata-se de cursos profissionalizantes, portanto proporcionam conhecimento na área escolhida e levam menos tempo para a formação. Garante uma formação direcionada para o mercado de trabalho. Além disso, a capacitação técnica e prática já é abordada logo no início do curso;

Acesso a profissionais qualificados: ao estudar em uma escola ou instituto pioneiro no setor de estética, você tem a chance de ter contato com os melhores profissionais da área, além de ter acesso as melhores e mais recentes técnicas;

Tem boa aceitação no mercado de trabalho: cada dia mais as empresas precisam de profissionais qualificados em várias profissões. Logo que deixa a escola, ele tem mais chances de obter uma boa oportunidade profissional.  

Bons salários: os profissionais que estão em falta no mercado de trabalho ganham muito mais pelo seu serviço quando possuem uma profissionalização técnica;

Para aqueles que querem ou precisam entrar ainda mais rápido no mercado, realizar um curso técnico em uma escola ou instituto de estética pioneira é uma excelente opção.

Bônus: curiosidades sobre o curso de estética


O curso de estética é mais frequentado por mulheres. Mas isso não quer dizer que, os homens não possam realizá-lo. Muito pelo contrário,

Os laboratórios lembram salões de beleza e spas. Em parte das cadeiras, os procedimentos são feitos em convidados e voluntários.

O curso técnico é profissionalizante e busca preparar o aluno para ingressar diretamente no mercado de trabalho de seu interesse.

Muitas pessoas ficam surpresas com o número novos de empregos que são oferecidos para candidatos com curso técnico. No Brasil há um déficit de profissionais especializados em diversos setores. Diferente do que a maioria pensa, as empresas valorizam muito os serviços prestados por pessoas que possuem esses cursos.

Mas, como é o mercado para os profissionais de estética?

A área de estética é bem ampla e permite que o profissional atue com estética facial, corporal ou capilar. Maquiagem é outro segmento específico muito popular. Clínicas estéticas, salões de beleza, clínicas médicas (no trabalho com o pós-operatório), spas, academias e indústrias de cosméticos são lugares nos quais os profissionais atuam.

A comunicação também surge como oportunidade de emprego, com consultoria para a produção de conteúdo de sites ou blogs. Abrir o próprio negócio, como um centro de estética, também é um caminho.

Conclusão

Realizar um curso técnico em uma escola pioneira é ideal para pessoas que estão em busca de um curso de alta qualidade para poderem ingressar rapidamente no mercado de estética.

Algumas das vantagens em realizar um curso técnico são a sua curta duração, seu conhecimento focado no mercado do trabalho, uma necessidade do mercado por profissionais com esse tipo de formação e um bom salário.

É possível encontrar boas escolas de estética. Em São Paulo, um pioneiro nessa área é o IBRAPE Instituto.

E aí? Ficou animado para ingressar em um curso de estética?

Deixe seu comentário