Dicas

Vantagens ao se tornar um profissional micropigmentador

Até duas décadas atrás, a atividade de micropigmentador era desacreditada devido aos seus resultados nada naturais. Mas isso vem mudando, graças as evoluções nos equipamentos e nas técnicas. Isso permitiu que a micropigmentação, e consequentemente, a carreira de micropigmentador transpusesse a fronteira da suspeita para se estabelecer como um dos procedimentos estéticos mais requisitados e valorizados do mercado de beleza.

Mas quais as vantagens de se tornar um micropigmentador? Existem várias! E nós vamos falar sobre elas mais à frente. Mas antes, vamos conhecer um pouco da história da micropigmentação e seus procedimentos atuais.

História da micropigmentação


Apesar de ter se tornado popular nos últimos anos, a micropigmentação surgiu há mais de 30 anos. A maquiagem definitiva, como esse procedimento era chamado antigamente, foi introduzida na Europa nos anos 80, diretamente do Oriente. Mas naquela época o processo artesanal era doloroso e de difícil execução. Com a modernização tecnológica, ele se simplificou o que o tornou popular em toda a Europa.

E foi na década seguinte, após perceber a demanda crescer, é que o mercado de maquiagem definitiva se profissionalizou e se especializou, convertendo-se numa aplicação médico-estética e mudando sua nomenclatura para micropigmentação dérmica.

O trabalho e seus procedimentos atuais


O trabalho do profissional de micropigmentação é realizar a implantação de pigmentos na camada subepidérmica da pele com o uso de um aparelho, que pode ser o dermógrafo ou o tebori.

O procedimento demora aproximadamente duas horas e é feito com agulhas e pigmentos de diferentes tipos.

A micropigmentação é uma técnica similar a tatuagem, que atinge uma camada da pele mais superficial, o que a torna passível de retoques e manutenções de tempos em tempos.

Essa técnica pode ser aplicada em diferentes regiões do corpo, como sobrancelha, lábios ou até mesmo no couro cabeludo, para diversos fins.

O sucesso desse tipo de procedimento se dá pelo fato de ser uma técnica rápida, eficiente e bastante acessível, que promove a autoestima e autoconfiança das pessoas. Além da promessa de acordar bela e não precisar gastar tempo com muitos truques de maquiagem.

Vantagens de se tornar um micropigmentador

Algumas das vantagens de se tornar um micropigmentador já foram apresentadas ao longo do artigo, mas vamos deixá-las mais claras agora.

1 – Profissão em ascensão


Como nós dissemos no início desse artigo, a micropigmentação superou o preconceito e desconfiança das pessoas e se tornou um dos procedimentos estéticos mais procurados por famosos e pessoas comuns. E esse é um dos principais motivos para você investir na profissão de micropigmentador.

E não se engane! A micropigmentação não é uma tendência passageira. Isso porque, atualmente, a rotina das pessoas é muito corrida elas não possuem tempo para perder com pequenos detalhes, e por isso estão procurando cada vez mais por serviços que melhorem sua aparência de forma definitiva e diminuam o trabalho que elas precisam ter diariamente para manter a aparência.

O segmento de micropigmentação tem se tornado tão forte no Brasil, que o país sedia importantes eventos como, por exemplo, o Congresso Internacional do Rio de Janeiro, o Congresso Internacional de São Paulo e também o Encontro Nacional de Micropigmentadores.

Ou seja, aumento da demanda e profissionalização do mercado podem permitir que você tenha muito sucesso nessa profissão.

2 – Amplo campo de atuação


O trabalho de micropigmentador é muito mais que realçar a beleza da mulher. Dependendo do campo de atuação, ele pode transformar vidas, devolvendo às pessoas sua autoestima.

O micropigmentador pode trabalhar em salões de belezas e centros estéticos, atuando corrigindo falhas e imperfeições de sobrancelhas e delineando olhos e bocas. Essas são as especializações mais comuns da micropigmentação.

Mas o micropigmentador também pode trabalhar em centros estéticos, camuflando cicatrizes, reconstruindo o aspecto visual de aréolas mamárias e até mesmo disfarçando a calvície. Essas áreas, possuem um público carente de profissionais qualificados. Quem tal investir nelas?

3 – Retorno financeiro


A crescente demanda aliada a poucos profissionais capacitados valorizou o passe desses profissionais.

Um micropigmentador em início de carreira fatura em média R$ 3 mil por mês. Os rendimentos de alguém experiente e com cursos de especialização podem chegar a R$ 6 mil ou mais.

Se você já está na área de beleza, tornar-se um micropigmentador vai te ajudar a se destacar dos demais profissionais da área. Ao se especializar em micropigmentação, você passa a oferecer um serviço diferenciado, o que pode lhe ajudar a ampliar a sua cartela de clientes ou o aumentar o valor gasto por seus clientes.

O serviço de micropigmentação agrega 10 vezes mais valor ao design de sobrancelhas. Então se você recebe R$35 a R$50 com o design convencional, com a micropigmentação você pode ganhar de R$350 a R$1500. E então, vale ou não vale a pena investir nessa carreira?

4 – Cursos rápidos


Os cursos para se tornar um micropigmentador não são longos. É possível encontrar cursos, como o do Ibrape Instituto, que duram cinco dias. E logo nos primeiros atendimentos, você já consegue recuperar o valor investido no curso.

O micropigmentador têm de saber a teoria e ter muita prática. Ele deve conhecer a fisiologia da pele humana, compreender a ciência das cores e como o pigmento atuam em contato com os diferentes tipos de pele, além de ter boas noções de simetria, medidas e procedimentos de biossegurança.

Como essa profissão avança a passos largos e novas melhorias são descobertas a cada ano, é preciso que o profissional de micropigmentação se mantenha sempre atualizado, realizando cursos e lendo sobre o assunto.

Num setor extremamente competitivo como o de cuidados com a beleza, onde o boca a boca costuma construir reputações com a mesma rapidez que destrói, um micropigmentador despreparado dificilmente sobrevive na atividade, enquanto os bem preparados conseguem se estabelecer.

Os cursos de micropigmentação são uma chave para abrir as portas do sucesso e crescimento profissional.

Conclusão


A alta demanda do público, seu amplo campo de atuação e rápido retorno financeiro são as principais vantagens de se tornar um profissional micropigmentador.

Faça um curso de especialização em um instituto que seja reconhecido pelo mercado e que possua profissionais qualificados como professores. Pois num setor extremamente competitivo como o de cuidados com a beleza, um micropigmentador despreparado dificilmente sobrevive mais do que um ou dois anos na atividade. Os bem preparados, por sua vez, se estabelecem.

Deixe seu comentário